A PRESSÃO IMPLACÁVEL DO DESCONTO

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O preço é o mais importante para a maioria dos varejistas

 

Apesar de uma economia relativamente estável, os consumidores continuam tão focados no valor que os preços continuam sendo a preocupação mais premente dos varejistas.
Um estudo de abril de 2018 dos varejistas norte-americanos realizado pela Retail Systems Research (RSR) concluiu que as preocupações em relação aos preços superavam de longe outras questões. Acompanhar os preços da concorrência foi o desafio número 1, citado por 58% dos entrevistados.

Quando questionados sobre seus três principais desafios de negócios, 65% dos varejistas citaram que “concorrentes agressivos de itens semelhantes tornam o preço nosso principal impulsionador de demanda”. E 60% citaram “aumento da sensibilidade ao preço ao consumidor”. Esses dois desafios foram os únicos citados por mais da metade dos entrevistados.

Mas as pressões de preços foram mais fortes em alguns setores do que em outros. Em particular, o estudo observou que os varejistas de moda e vestuário eram muito menos propensos a se concentrar na paridade de preços (em 39%) e tendiam a estar mais preocupados em minimizar os gastos com remarcação (48%).

O desconto é tão difundido que se tornou um benefício para muitos compradores. Mais de um terço dos usuários da Internet no mundo disseram que recebem uma promoção pelo menos semanal para um produto pelo qual pagariam o preço total, de acordo com uma pesquisa de setembro de 2017 da Revionics e da Forrester Consulting.

Os varejistas que não competem com preços oferecem produtos exclusivos, atendimento ao cliente estelar ou aproveitam um estilo de vida específico. Exemplos de algumas dessas marcas incluem a Apple, com produtos que se entrelaçam com as personalidades dos usuários; Restoration Hardware, que mergulha os consumidores em uma experiência de compras (e refeições); e até mesmo o Trader Joe, que apesar da reputação de bons negócios, vende uma variedade de produtos esotéricos – nhoque de couve-flor, molho barbecue Carolina Gold, pó de maca peruana – que outros varejistas não têm sob o mesmo teto.

 

Fonte: eMarketer Retail

Imagem: Freepik