Black Friday 2021: como se preparar para vender mais

Black Friday 2021: como se preparar para vender mais
A Black Friday 2021 tem tudo para ser inesquecível, principalmente devido à retomada de muitas atividades sociais. Confira no artigo como se preparar para vender mais na sexta-feira mais importante para o setor do varejo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Depois dos ótimos resultados alcançados em 2020, as expectativas do mercado para a Black Friday 2021 são muito altas. Embora não seja realmente uma data comemorativa, ela é tratada como a sexta-feira mais importante do ano por parte dos empreendedores e lojistas.

As oportunidades são inúmeras e abrangem ambos os lados: o do consumidor, que busca adquirir os produtos que deseja com desconto, e o do lojista, que vê o volume de vendas crescer.

Em 2020, em um momento ainda sem muitas perspectivas de fim para a pandemia de covid-19, a Black Friday e a Cyber Monday movimentaram, juntas, R$7,72 bilhões de reais no e-commerce. O número representa um aumento de 27,7% em relação a 2019.

Segundo dados da Neotrust/Compre&Confie, os consumidores gastaram, em média, R$592,85 em compras. Os setores que geraram maior volume de transações foram:

  • Beleza, Perfumaria e Saúde;
  • Moda e Acessórios;
  • Artigos para Casa;
  • Entretenimento;
  • Móveis, Construção e Decoração.

Agora, com a economia retomando o crescimento , varejistas e especialistas mantêm as expectativas em alta. Uma pesquisa de intenção de compra realizada pela Méliuz mostrou que 71% dos entrevistados disseram ter interesse em adquirir novos itens durante a Black Friday 2021.

Então, se você é um lojista e ainda não começou os preparativos, a hora é agora. Siga as dicas que preparamos neste artigo para ajudar você a vender mais na Black Friday 2021.

Planeje as ações com antecedência

A Black Friday 2021 já tem dia marcado para acontecer: 26 de novembro. Mas o que você tem feito, até hoje, para que o seu negócio obtenha sucesso nas principais datas do varejo?

Se ainda não tem, crie uma lista com os seus  principais itens de venda. Se o seu produto está relacionado a artigos eletrônicos e de tecnologia, por exemplo, a Cyber Monday precisa fazer parte do seu cronograma.

Ela acontece sempre na segunda-feira seguinte à Black Friday e, embora tenha o objetivo de promover a venda de produtos em geral, o nome dado à data acabou sendo relacionado a descontos em produtos de informática e smartphones.

Tendo um cronograma bem estruturado das principais datas do varejo, crie metodologias para lidar com elas antes, durante e depois dos eventos. E, no caso da Black Friday, o planejamento é ainda mais importante por se tratar de alto volume de vendas em um curtíssimo espaço de tempo.

Defina os produtos mais desejados

Feita a lista, seu papel é decidir quais itens entrarão em promoção e quais ganharão destaque em sua estratégia de divulgação. 

Se você tem uma loja física, quais produtos estarão na vitrine? No caso dos gestores de e-commerce, qual será o protagonista dos seus anúncios?

Lembre-se sempre de que as pessoas usam essa data para procurar pelos itens mais desejados, e na Black Friday 2021 não será diferente. Aposte, então, nas últimas novidades e tendências do mercado e identifique o interesse de seus clientes ao longo dos meses anteriores. 

Prepare-se para o aumento da demanda

Se tem algo que você pode esperar da Black Friday 2021 é volume de vendas. Os consumidores interessados aumentam, acessos ao site explodem, dúvidas e reclamações aparecem por todos os lados.

Planeje a sua estrutura – física ou virtual – para o movimento que vai acontecer: 

  • prepare o estoque;
  • reforce o time de funcionários, se precisar;
  • garanta que seu site ou a plataforma de marketplace que utiliza não caia com os acessos;
  • verifique a operação de logística de entregas.

Aumente a segurança do seu site

Se você tem uma loja virtual, já sabe disso, mas é sempre bom reforçar: a segurança do consumidor é essencial. E, se a venda acontece no ambiente online, o cuidado precisa ser redobrado.

O ideal é que você utilize protocolos de segurança SSL/HTTPS (que protegem os dados sensíveis inseridos pelo cliente), não se arrisque em plataformas ou programas piratas para a construção da loja e escolha um serviço de hospedagem com time de suporte disponível 24 horas.

Invista em divulgação

Não dá para apostar todas as fichas na Black Friday 2021 sem preparar uma estratégia de marketing e de tráfego de anúncios que leve o consumidor à sua página. A gestão de mídia paga, hoje, é essencial para quem vende online e deseja se destacar frente à concorrência.

Desde que você saiba onde encontrar seus possíveis clientes, alcançá-los é um tanto quanto fácil. Hoje, as principais plataformas e redes sociais já disponibilizam formas de se criar e divulgar anúncios para nichos específicos, baseados em idade, localização, gênero e outras características.

O Facebook Ads e o Instagram Ads, da mesma empresa, talvez sejam os mais conhecidos, mas você também pode apostar em outras plataformas, como o Pinterest Ads, se isso fizer sentido para o seu produto e o público que deseja atingir.

Entregue uma boa experiência para o cliente

Um bom produto associado a um bom atendimento são algumas das chaves para a fidelização e retenção do cliente. Você deseja que ele retorne à sua loja, certo?

A Black Friday 2021 é uma ótima oportunidade para você trabalhar seus canais de atendimento e expandir a sua base de clientes. Ao se comunicar com novos consumidores e oferecer uma ótima experiência, as chances de fidelização são muito grandes.  

Fortaleça o relacionamento com clientes fiéis

Essa é uma oportunidade de recompensar aqueles que já estão na sua base de clientes e fortalecer o relacionamento com eles. Ofereça descontos vantajosos e exclusivos para os consumidores fiéis. Além de mostrar que você se importa, esse pode ser o empurrãozinho que eles precisam para fazer compras na sua loja durante a Black Friday 2021. 

Invista em variedade de meios de pagamento 

Não basta oferecer bons descontos, é preciso facilitar o processo de compra para o cliente. É muito comum o abandono de carrinho pelo consumidor que não encontra uma forma de pagamento que o contemple, e a loja perde a chance de venda. Então, invista na variedade de meios de pagamento.

Dinheiro, cartão de crédito e débito, boleto bancário já são largamente empregados, mas você deve considerar também a implementação do PIX e do cartão private label. No caso dos private label, o WayCard se destaca como uma das melhores opções do mercado por trazer ótimos benefícios tanto aos consumidores quanto aos lojistas.

Com o WayCard, é possível analisar e conceder crédito ao consumidor de forma rápida e segura, por meio do uso de Inteligência Artificial e biometria facial. O cartão é digital e o cliente pode comprar na mesma hora. Ele ainda consulta as informações no app e realiza o pagamento da fatura em qualquer banco. Com o WayCard, o lojista destrava as compras e fatura muito mais.

Clique aqui para saber mais e alavanque as vendas durante a Black Friday 2021.