O QUE VOCÊ PODE FAZER PARA REDUZIR A INADIMPLÊNCIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Independentemente de qual seja o tipo do seu negócio, sempre a sua empresa terá clientes mau pagadores.
Esse é um risco inerente a qualquer empresa que precisa ser administrado de perto, para evitar que tome proporções maiores. O acompanhamento da inadimplência exige gestão e foco, pois ela afeta diretamente a liquidez do caixa.

Mas o que você pode ser feito para diminuir a inadimplência?

1. O primeiro passo é ter o cadastro do cliente sempre completo e atualizado, pois não se consegue cobrar quem você não consegue localizar. Essa deve ser uma regra clara para todos os colaboradores, e a empresa deve ter meios de acompanhar a qualidade do cadastro de clientes, podendo vir a recompensar os colaboradores sobre esse item de controle.

2. Uma vez que o cadastro está atualizado, faça contato frequente com os clientes. Aproveite para construir uma relação de parceria ofertando promoções especiais. Numa eventual cobrança, use linguagem amistosa, sem ameaças e tratamento agressivo. Apoie-se em pessoas treinadas ou empresas qualificadas para essa atividade, que tenham conhecimento e habilidade para efetivar a cobrança com sucesso. Seja presente na vida do cliente e não dê motivos para que ele desapareça da sua vista.

3. Ao cadastrar um novo cliente para a realização de venda ou concessão de crédito é importante contar com a tecnologia para detectar possíveis fraudadores e para selecionar os clientes com melhores perfis.
Empresas, por exemplo, vem utilizando com muito sucesso a biometria facial, que inibe a aprovação de clientes fraudadores gerando uma maior segurança e menor índice de inadimplência.

4. Consulte serviços de proteção ao crédito, não apenas no momento de aquisição de um novo cliente, mas faça com regularidade, avaliação do perfil dos clientes antigos, pois essas informações são voláteis e muito influenciadas pelo comportamento da economia, além do próprio comportamento do consumidor.

5. Avalie sempre, aja rápido. Mantenha constante acompanhamento da sua carteira de clientes mantendo rígido controle sobre os seus recebíveis. Com isso você terá condições de detectar padrões de comportamento e os desvios que tendem a se tornar em um problema de cobrança. Além de agir preventivamente, tenha políticas e cronogramas claros de cobrança que sua equipe execute com disciplina.

6. Recompense os bons pagadores. Um programa de fidelidade com benefícios atraentes que premie os pagamentos realizados pelo cliente é uma boa maneira de recompensá-los pelo seu comportamento de compra e estimular a sua fidelidade.

Talvez você esteja agora pensando que conceder crédito direto ao consumidor dá muito trabalho e é arriscado, avaliando apenas receber cartões de terceiros.
Mas não esqueça de uma coisa: ao conceder crédito com o cartão da sua própria empresa, você gerará mais rentabilidade, afinal deixa de pagar taxas de administração para cartões bandeirados. E mais, você passa a conhecer 100% da sua base de clientes, tendo total autonomia para criar as suas ações comerciais, de marketing e de política de crédito.

A melhor forma de fazer tudo isso, com segurança, rapidez e melhor custo, é ofertar o Cartão de Crédito e Fidelidade, um cartão private label, híbrido, que a Way Card oferece.
A WayUp Brasil, é responsável por toda a operação do cartão, do sistema de cadastro à cobrança, ficando para a loja apenas a incumbência de atender o cliente e vender no cartão.

Entre em contato com a WayUp Brasil e solicite uma apresentação da solução WayCard.