Gestão de risco de crédito: o que é e como aplicar

Gestão de risco de crédito
A gestão de risco de crédito é utilizada por empresas que desejam oferecer crédito aos seus clientes, mas sem ter que lidar com a inadimplência desse público. Veja a seguir como fazer a gestão de risco de crédito e saiba quais são as vantagens para o seu negócio.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Oferecer aos clientes mais oportunidades para ampliar o seu poder de compra é uma estratégia adotada por diversas empresas que precisam melhorar o relacionamento com seu público e, consequentemente, aumentar as suas vendas. Entretanto, tão importante quanto aumentar o poder de compra é minimizar o risco de crédito, ou seja, a falta de pagamento. 

De acordo com o último mapa da inadimplência disponibilizado pelo Serasa em 2021, o Brasil tem quase 64 milhões de consumidores com dívidas atrasadas. Por isso, é tão importante falarmos sobre a gestão de risco de crédito. Vamos saber mais sobre isso?

Dica: Conheça 8 técnicas para abordagem de vendas

O que é gestão de risco de crédito? 

A gestão de risco de crédito é um conjunto de ações desenvolvidas pela empresa com o objetivo de reduzir a inadimplência dos clientes. Para isso, são postas em prática algumas estratégias, como a análise e a classificação de risco, por exemplo.

Também são definidos parâmetros e processos a serem seguidos antes, durante e depois da concessão, perfazendo um ciclo coerente e positivo para o negócio.

A gestão de risco de crédito é um cuidado necessário que a empresa deve ter para garantir a sua saúde financeira, quando concede crédito aos seus clientes com o intuito de movimentar as vendas.

Adotando essa prática, o gestor consegue tomar decisões com mais segurança e assertividade, reduzir os riscos e prejuízos financeiros, além de se preparar para futuros obstáculos. Afinal, já vimos pela pesquisa acima citada que o risco de inadimplência existe.

A metodologia funciona como um filtro que vai selecionar os solicitantes de crédito considerados mais seguros ou mais arriscados para a empresa, preservando o caixa e evitando incidentes futuros. 

Conheça os C’s do crédito 

Uma das estratégias da gestão de risco de crédito são os 5 C’s. Eles formam conceitos que devem ser estudados pela empresa antes da concessão do crédito, como forma de classificar os interessados, definir valores a conceder e se precaver de possíveis ausências de pagamento. Vamos conhecê-los.

Caráter 

O primeiro C está relacionado ao histórico de pagamento do cliente, ou seja, se ele foi um bom pagador ao longo da sua trajetória como consumidor.

Capacidade 

No segundo C, é verificado se o cliente tem condições de pagar as dívidas adquiridas baseando-se em sua capacidade financeira.

Capital 

O C de capital representa a análise sobre o patrimônio líquido do solicitante de crédito, também com o intuito de verificar se ele tem recursos para cobrir seus gastos.

Colateral 

O quarto C destaca as opções do patrimônio do cliente que podem entrar na negociação como garantia, caso a dívida contraída não seja quitada.

Condições 

Por fim, temos o quinto C. Ele compreende as análises das condições reais e atuais do cliente, não apenas sua capacidade financeira.

Como melhorar a gestão de risco de crédito 

Se você acredita que implantar uma gestão de risco de crédito é difícil, veja a seguir algumas dicas que vão facilitar a sua compreensão sobre o tema.

Defina os perfis de clientes 

A partir das informações coletadas a respeito dos seus clientes, classifique essas pessoas em perfis diferentes. Certamente, você vai encontrar aqueles com características de risco, que exigem uma análise mais cuidadosa.

O objetivo é justamente separar os solicitantes em perfis mais ou menos predispostos à inadimplência e, a partir disso, definir como será feita a concessão de crédito.

Limite o acesso ao crédito 

Definir um limite de crédito é fundamental para aumentar a segurança financeira da empresa. Com essa medida, a gestão tem a prudência de não oferecer ao cliente um crédito maior do que ele pode pagar

Um ponto a ser levado em consideração na definição de um limite de crédito é o quanto a empresa pode arcar com os prejuízos, caso a conta não seja paga em dia. 

Dica: 4 tendências no mercado de crédito

Monitore seus critérios de crédito 

Definir os critérios de crédito é fundamental, mas não esqueça de conferi-los ao longo do tempo para que não se tornem obsoletos. Determine um período para reavaliar a política de crédito, verificando sua eficiência e fazendo ajustes, se necessário.

Renove a política de crédito 

Essa etapa deve ser realizada após o monitoramento e descoberta de pontos que precisam ser ajustados. Por exemplo, se a empresa verificar que a análise de perfil não foi suficiente para evitar as perdas financeiras, é preciso desenvolver outros critérios para as próximas avaliações, e assim por diante.

Utilize soluções tecnológicas de análise

Avaliar as condições financeiras de cada cliente, individualmente, é um trabalho árduo, mas isso não precisa ser um obstáculo. Existem diversas soluções tecnológicas disponíveis para realizar a análise de forma automática e segura.

Por meio do cruzamento de informações disponíveis em enormes bancos de dados, em pouco tempo, o histórico do cliente estará pronto. Com a automação, os processos se tornam mais ágeis, seguros, atuais e eficientes.

Gestão de risco de crédito e saúde financeira 

Será que a gestão de risco de crédito realmente funciona e é interessante para a saúde financeira da sua empresa? A resposta é sim. É uma estratégia que oferece mais segurança ao negócio e reduz os riscos de prejuízo.

Diante de um cenário de inadimplência, como citamos no início deste artigo, é importante que as empresas aumentem os cuidados para conservar o próprio orçamento

Além disso, a gestão de risco permite ao gestor uma visão ampliada das finanças da empresa e das situações que podem acontecer. Com isso, ele consegue traçar um planejamento otimizado e com resultados positivos a curto, médio e longo prazo.

Não é possível ficar totalmente livre das perdas financeiras, mas as empresas conseguem reduzi-las, desde que sejam implantadas as medidas necessárias com monitoramento e ajustes frequentes.

Melhore a gestão de crédito com a WayUp

Como vimos, a gestão de risco de crédito é uma medida de controle utilizada por uma empresa para evitar os altos índices de inadimplência entre os seus clientes. É uma tarefa complexa, mas que se torna mais simples com uso de tecnologias e criação de parâmetros bem definidos. 

A WayUp, administradora de meios de pagamento, oferece todo o suporte que a sua empresa precisa para o desenvolvimento de uma gestão de crédito, a partir dos nossos serviços. Nós utilizamos tecnologia de última geração, como Biometria Facial e Inteligência Artificial que promovem maior assertividade na liberação de crédito com machine learning, melhora do relacionamento com os clientes e aumento do poder de compra. Entre em contato e saiba mais sobre o WayCard!