Como criar uma persona para seu negócio?

Como criar uma persona para seu negócio
A persona é um personagem criado pela empresa para identificar o seu cliente ideal e, a partir destas informações, traçar as melhores estratégias para chegar até ele. Quer saber como criar a sua persona? Continue lendo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Se você estudou marketing já deve ter ouvido falar em persona, ferramenta muito importante na criação de estratégias para atrair e fidelizar o cliente, potencializando as vendas da empresa. No artigo, você vai aprender a criar a sua própria persona e descobrir as principais vantagens desse personagem para o seu negócio.

O que é persona? 

Persona é a personificação do seu cliente ideal. Ou seja, é um personagem semifictício, com características físicas e psicológicas de uma pessoa real, representando aquele que seria o consumidor do seu produto.

Para criar a persona é preciso saber informações básicas, como idade e gênero, além de hábitos, interesses, condição financeira, objetivos, frequência de uso de redes sociais e outros pontos relevantes para formar a base de dados da empresa.

Qual é a importância da persona para seu negócio? 

A criação de uma persona tem um objetivo específico: direcionar a criação e a aplicação das estratégias para atrair e fidelizar determinado público. Quando a empresa sabe para quem ela vai falar, fica mais fácil saber o que dizer.

Afinal, faz sentido tentar vender um petisco de cachorro para quem não tem o animal em casa? Ou oferecer uma lavagem completa de carro para quem só tem bicicleta?

A personificação do seu cliente ideal servirá como um norte, um ponto a ser seguido tanto na criação e implantação das campanhas de marketing, como na abordagem de cada indivíduo e na criação e melhorias de serviços. 

Sabendo disso, podemos listar como principais vantagens de uma persona:

  • Conhecimento mais aprofundado sobre o seu público;
  • Campanhas mais assertivas e eficientes;
  • Melhor custo-benefício, com uso eficiente de recursos e mais chances de retorno;
  • Melhoria da comunicação interna e externa com o cliente, incluindo as abordagens via redes sociais e aplicativos de mensagens;
  • Aumento do número de clientes, com mais vendas realizadas;
  • Maior satisfação do cliente, melhorando a sua experiência de compra.

Dica: Ticket médio: o que é, como calcular e como aumentar o indicador

Persona ou público-alvo: conheça a diferença 

Persona e público-alvo são comumente confundidos, mas têm concepções diferentes. O público-alvo reúne os potenciais clientes de um negócio, ou seja, aquelas pessoas que possam ter algum interesse no seu produto.

Já a persona é um público mais específico, também com interesse naquele produto ou serviço ofertado, mas que possui informações detalhadas, ricas e valiosas para serem trabalhadas pela empresa. 

Exemplo de público-alvo:

Mulher, 35 anos, advogada, solteira e sem filhos. Tem renda média mensal de R$ 5.000. Moradora da Região Nordeste, trabalha durante o dia e estuda à noite, costuma comprar alimentos por aplicativo para agilizar a rotina.

Exemplo de persona:

Juliana tem 35 anos, é advogada e tem uma renda mensal de cerca de R$ 5.000. Solteira e sem filhos, divide o seu tempo entre o trabalho e os estudos para concurso público, pois ainda não se considera realizada na função que ocupa. Devido à rotina agitada, Juliana faz muitas compras pela internet, adquirindo livros, itens de papelaria, alimentos e produtos de limpeza e higiene. Moradora de Recife, capital de Pernambuco, Juliana não costuma sair à noite, mas gosta de ir à praia aos domingos e visitar família e amigos sempre que possível.

Percebe como o público-alvo e a persona são diferentes? A partir de uma persona bem detalhada, é mais fácil extrair dados importantes sobre aquela pessoa e pensar em estratégias que realmente solucionem os seus problemas. 

Tipos de persona 

Existem vários tipos de persona e cada uma delas tem características diferentes, como veremos a seguir:

Buyer persona 

Tipo mais comum utilizado, a buyer persona representa o comprador ideal e reúne as preferências e os hábitos de consumo desse indivíduo. É o modelo mais indicado quando o objetivo da empresa é aumentar as vendas.

Audience persona

Esse tipo de persona é criado para identificar o perfil daquelas pessoas que visitam e acompanham os canais digitais da empresa. Ou seja, é a identificação da audiência da marca no mundo digital.

Proto persona

Também conhecida como pré-persona, é o perfil de um comprador ideal, mas construído após uma sessão de brainstorming, uma reunião onde são coletadas opiniões sobre as características desse possível comprador.

Brand persona 

Por fim, temos a brand persona voltada para a própria marca e não para o público em si. A pergunta que orienta a sua criação é: se a sua empresa fosse uma pessoa, como ela seria?

Como fidelizar uma persona? 

A persona é a representação do seu cliente. Logo, além de atraí-lo, é preciso fidelizá-lo para mantê-lo sempre por perto. Algumas estratégias são:

  • Criar programas de relacionamento para que os clientes possam voltar a comprar na sua loja com mais frequência;
  • Aumentar o poder de compra desse cliente, com oferta de cartão de crédito próprio da loja, o que também elevaria as vendas do estabelecimento;
  • Melhorar a experiência de consumo do cliente na loja, com um ambiente agradável, uma equipe atenciosa e educada, promoções e outros atrativos;
  • Oferecer um excelente atendimento pós-venda, solucionando questões, dúvidas e conflitos para fazer o cliente se sentir valorizado;
  • Criar e investir em um clube de vantagens, com benefícios realmente atraentes para estimular o consumo no seu comércio.

Como criar uma persona? 

Antes de tudo, para criar uma personificação do seu cliente ideal é preciso definir o tipo desejado. Partindo do pressuposto que a sua escolha seja a buyer persona, vamos às dicas:

Passo 1: Faça a coleta dos seguintes dados:

  • Nome, gênero, idade e estado civil;
  • Ocupação e renda média mensal;
  • Hábitos, hobbies e interesses;
  • Hábitos de consumo;
  • Meios de comunicação e canais digitais mais utilizados no dia a dia;
  • Objetivos, desejos e desafios encontrados;
  • Defina uma foto, para gerar mais identificação;
  • Liste o que a sua empresa pode fazer para solucionar suas dores.

Passo 2: avalie as informações coletadas e monte a estrutura da persona

Analise tudo que foi levantado e extraia aquilo que for mais valioso para a empresa. Em seguida, monte a sua persona inserindo os dados obtidos.

Passo 3: apresente a persona para a empresa

Toda a empresa deve conhecer e saber reconhecer a persona, principalmente o setor de vendas e de marketing, responsáveis pelo contato direto com o cliente e pelas campanhas e estratégias de atração desse público.

E quando a empresa ainda não tem cliente? Nessa situação, é possível optar por:

  • Avaliar as ações da concorrência;
  • Fazer uma pesquisa de mercado, para sentir a abertura e a necessidade daquele produto ou serviço;
  • Entrevistar os contatos já existentes;
  • Avaliar o público que acompanha os canais digitais da empresa e suas interações.

Dica: Saiba como aumentar a receita financeira do seu negócio

Como coletar os dados para uma persona? 

Existem diversas formas de coletar dados dos seus clientes e quanto mais variadas elas forem, melhor. Confira as mais comuns:

  • Fazer entrevistas quantitativas e qualitativas para perceber não só o quanto o seu público compra, mas como ele se sente ao comprar de você;
  • Descobrir o que os consumidores estão falando dos concorrentes;
  • Criar e divulgar formulários com questionamentos oferecendo, em troca, algum desconto ou material interessante;
  • Estudar os hábitos das pessoas nas redes sociais da sua empresa, conteúdos mais consumidos, postagens mais visualizadas ou curtidas e comentários.

A seguir, veja algumas perguntas que podem ser feitas ao seu público:

  • Qual a sua idade, sexo, cidade de origem e escolaridade?
  • Qual sua faixa salarial?
  • Quais redes sociais mais usa e em quais horários?
  • Como se mantém informado?
  • Qual o nível da sua satisfação no trabalho?
  • Quais marcas você gosta de usar e costuma comprar?
  • Quais são as qualidades da empresa?
  • Qual nota você dá para a empresa e por quê?

A ideia é mesmo criar um banco de dados e ir moldando a sua persona, aperfeiçoando-a com o passar do tempo.

Saiba como a WayUp pode ajudar o seu negócio

Tão importante quanto criar a sua persona é saber como fidelizá-la. Para manter seus clientes sempre por perto, conte com a WayUp. Através do Cartão Private Label da sua empresa, é possível fidelizar 100% da sua base de clientes através de um programa de fidelidade e/ou da concessão do crédito. Com as ferramentas disponibilizadas, é possível conhecer melhor os hábitos de compra e o perfil de seus consumidores. Conheça nossos serviços:

Utilizamos tecnologia avançada, como Biometria Facial, Inteligência Artificial e Machine Learning, para entregar os melhores resultados para o seu negócio. Entre em contato e conheça mais sobre nossos serviços.